Futuros – Arte e Tecnologia está aberto ao público

Nesta quinta-feira, dia 13, Futuros – Arte e Tecnologia abriu oficialmente suas portas em um evento para convidados que reuniu importantes nomes da cena cultural brasileira.

“Essa noite é resultado de muita coragem, ousadia, inovação e trabalho em equipe – que é o que define esse lugar.  Ele guarda sentimentos, memórias e sonhos que se misturam nessa noite. Eles começaram com nossos fundadores e sua visão vanguardista. Para construir o futuro é preciso ser capaz de imaginar. E eles imaginaram lá atrás e nos trouxeram até aqui. Estamos em movimento e evoluindo. Essa mudança acompanha o espírito do tempo, um movimento de construção coletiva e colaboração”, afirmou a presidente do Oi Futuro, Sara Crosman, em seu discurso inaugural.

A apresentação do novo nome e identidade visual foi marcada pela abertura da exposição Futuração – Festivais Navegando Todos os Sentidos, criada especialmente para a inauguração do Futuros – Arte e Tecnologia.  O diretor artístico residente Chico Dub conduziu os convidados em uma vista guiada pela mostra, desenvolvida coletivamente por oito festivais de Norte a Sul do país. Victor D’Almeida, Luciana Adão e Sandro Rosa, da equipe de Cultura do Oi Futuro, participaram de todo o planejamento, desenvolvimento e montagem da ocupação e contaram um pouco dos bastidores de Futuração, que ocupa todos os andares e galerias do centro cultural e ficará aberta ao público de 14 a 30 de abril.

“O processo de promover a integração e a criação coletiva de projetos e pessoas que em sua maioria ainda não haviam trabalhado juntas antes, e ainda deslocar o espaço de trabalho desses criativos de um ambiente de festival para dentro de um centro cultural, já é um marco em nossa história. Futuros inaugura sua trajetória com uma ocupação artística inédita com curadoria coletiva que traduz o nosso posicionamento de diversidade e inclusão, memória e ancestralidade como arcabouços de nossa visão de futuro”, explicou Carla Uller, gerente executiva de Programas, Projetos e Comunicação.

Além de Futuração, os convidados puderam visitar o Musehum – Museu das Comunicações e Humanidades, que possui experiências imersivas e interativas e o maior acervo de Comunicação da América Latina, único no Brasil com a proposta de refletir sobre as relações humanas a partir da evolução tecnológica e digital. Em 2023, EY, Furnas e BMA Advogados são os novos patrocinadores do Musehum, que expandirá suas ações educativas para escolas públicas e organizações sociais. Eles se unem à Oi, fundadora e maior mantenedora do museu e do centro cultural.

Abertura para novas parcerias

Inaugurado há 18 anos no bairro do Flamengo, Zona Sul do Rio de Janeiro, com a
missão de democratizar o acesso a experiências de arte, ciência e tecnologia, a instituição se abre pela primeira vez ao investimento de novos parceiros. Com a mudança para Futuros – Arte e Tecnologia, o centro cultural permanece sob a gestão do Oi Futuro e segue alinhado com a tendência mundial de diversificação de patrocínios dos equipamentos culturais.

O processo de reposicionamento de marca teve início no final de 2022, com a nomeação de um
comitê estratégico dedicado à transformação do então Centro Cultural Oi Futuro. Focado em ampliar a rede de parceiros e dinamizar a programação do Futuros, o comitê estratégico é formado por Sara Crosman, o economista carioca Fabio Szwarcwald e o especialista em tecnologia pernambucano.

“A matéria-prima do nosso centro cultural é o futuro. Os futuros que estamos construindo com imaginação, criatividade, consciência coletiva e, claro, novas tecnologias. Esta marca simboliza um novo momento que conecta parceiros, ações e públicos à arte e à cultura. Nascemos Futuros, no plural, porque as possibilidades são múltiplas e o amanhã não se constrói sozinho. O futuro é coletivo e colaborativo”, defende Crosman.

Principais Tags:

Compartilhe com o universo!

Leia também
A História de Kafka e a Boneca Viajante
INFORME AO PÚBLICO: elevador em manutenção
Com o apoio dos patrocinadores, Futuros oferece transporte gratuito para visita de instituições de ensino
Futuros – Arte e Tecnologia celebra a chegada dos novos patrocinadores BNY Mellon e EY
Arte a partir de dados? ‘Existência Numérica – Emergências’ mostra que, além de possível, é necessário
Menino Mandela estreia essa semana no Teatro Futuros